13 tendências logísticas para embarcadores

Imagem de destaque

A inovação é um fator determinante para o crescimento das empresas. O aperfeiçoamento e o uso de novas tecnologias estão entre as tendências logísticas capazes de trazer uma série de benefícios a embarcadores, mas existem outras estratégias igualmente importantes para melhorar a competitividade.

Há muito tempo a logística deixou de ser uma atividade meramente operacional. Hoje, requer inteligência, análise de dados, ampla visibilidade, automatização de processos e investimentos permanentes em estratégias e soluções modernas para satisfazer clientes e melhorar os resultados da empresa.

No Brasil, os custos logísticos representam cerca de 12% do Produto Interno Bruto (PIB) e consomem, em média, 8% da receita líquida das empresas. Valores que exigem atenção e que podem ser reduzidos se as empresas apostarem em melhorias contínuas.

Neste artigo, mostraremos as principais tendências logísticas e como elas facilitam os processos operacionais, ajudam a reduzir os custos, aumentam a produtividade, a confiabilidade e a lucratividade, além de contribuir para a imagem e a reputação da empresa.

Principais tendências logísticas para embarcadores: saiba quais são as apostas do setor

Showroom físico para vendas online

A abertura de lojas físicas sem estoques, com produtos apenas para demonstração, é uma forte tendência logística. Com o crescimento do e-commerce, a ideia é manter um showroom para “degustação”, mas concentrar as vendas na internet, com entrega direta na casa do cliente.

Essa iniciativa leva em conta o desejo dos consumidores em conhecer melhor o produto e testar a mercadoria antes da compra. Nesse caso, a loja segue um conceito focado no encantamento do cliente, mas sem a necessidade de grandes áreas de armazenagem, gestão de estoque, compras e controle financeiro.

Fortalecimento do e-commerce

As vendas online já são uma realidade, mas a tendência é que os consumidores diversifiquem cada vez mais os produtos adquiridos pela internet. As empresas que não entenderam ainda a importância do mundo digital terão dificuldades para se manter competitivas.

E não importa o tamanho do negócio. Mesmo as pequenas lojas e comércios precisam se adaptar às plataformas de venda online.

Entregas no mesmo dia

Clientes têm pressa e a agilidade na entrega é um fator importante para o fechamento do negócio. Por isso, o same day delivery — ou entrega no mesmo dia da compra — é uma das tendências logísticas em evidência.

É claro que essa agilidade impõe limites geográficos, rede bem estruturada de distribuidores, sistemas ágeis e eficientes para o processamento dos pedidos, estoques bem gerenciados e um deadline para as compras, mas, nos grandes centros, algumas empresas já adotam esse modelo.

Entrega antecipada

Imagine ter sistemas inteligentes capazes de prever o desejo, a necessidade ou a decisão de compra do cliente baseado em dados, padrões e histórico de consumo, lista de desejos ou buscas na internet.

Essa é a premissa da entrega antecipada ou “anticipatory shipping”, que a partir de análises preditivas consegue determinar, com boa margem de assertividade, a probabilidade de compras. Ou seja, a empresa prevê o que o cliente precisa e envia para a sua casa antes mesmo que ele finalize a compra.

Outras tendências logísticas para embarcadores

Diversificação das modalidades de entrega

Prazos de entrega muito longos estão entre os fatores que levam os consumidores a abandonar os carrinhos de compra na internet. Por isso, as empresas precisam de agilidade e de serviços customizados. Um caminho é oferecer opções diversificadas de entrega, com prazos e custos variáveis que permitam ao cliente escolher as melhores datas e valores a serem pagos pelo serviço.

O conceito omnichannel também se enquadra aqui. A estratégia de uso simultâneo de vários canais pode ser utilizada por empresas que vendem pela internet, mas oferecem a possibilidade de o cliente retirar o produto na loja mais próxima.

Automatização de processos e digitalização

Essa é uma das tendências logísticas que deve continuar se acentuando, já que interfere em fatores como produtividade, agilidade, eficiência, redução de custos, segurança operacional, redução de falhas e satisfação do cliente.

A automatização dos processos e a digitalização do supply chain praticamente eliminam atividades manuais, muito mais sujeitas a erros, e tornam os processos assertivos, aumentando a dinâmica dos negócios.

Essa estratégia envolve, é claro, a integração de sistemas de gestão, uso de novas tecnologias, acesso remoto para o controle de atividades e ferramentas para agilizar a comunicação em tempo real.

Logística reversa, sustentabilidade e conceito ESG

O ESG (environmental, social and governance ou meio ambiente, social e governança) é uma das tendências logísticas em alta e facilita, inclusive, a captação de investimentos. Demonstrar sua preocupação com questões de sustentabilidade e responsabilidade social coloca a empresa em um patamar de destaque.

Nesse contexto entra a logística reversa, que consiste no acompanhamento do ciclo de vida de um produto e em sua destinação correta. Essa função passa a ser do fabricante e não mais do consumidor. Ou seja, a empresa assume a “responsabilidade” pela gestão de resíduos gerados.

Além de uma tendência, a logística reversa é uma necessidade tanto para a imagem e a reputação da empresa quanto para a melhoria do meio ambiente.

Leia aqui: ESG no setor logístico: o que é e quais as vantagens para as empresas de transporte.

Inovações para tendências logísticas para embarcadores

Internet das coisas

Uma das principais vantagens da Internet das Coisas (IoT) na logística é a melhoria de controles e a integração de dados, já que a tecnologia permite o monitoramento dos processos de produção, gestão de estoque, fluxo de demandas e transporte, por exemplo.

Seja por meio de sensores no caminhão, sistemas em nuvem ou celulares que transmitem dados em tempo real, a Internet das Coisas permite conexão instantânea e gestão de excesso de informações. A tendência é que ela aprimore a ligação entre todos os elos da cadeia de suprimentos.

Inteligência artificial

Assim como a Internet das Coisas, a Inteligência Artificial é uma das fortes tendências logísticas. Em resumo, ela torna as máquinas mais inteligentes, simulando a mentalidade humana. Ou seja, confere a equipamentos a habilidade de pensar e agir, otimizando processos e tomando decisões.

4PL — Quarteirização logística como tendências logísticas para embarcadores

O conceito de quarteirização logística é uma evolução da terceirização onde o gerenciamento de parceiros e fornecedores é feito por uma quarta empresa, especializada na coordenação de ações e projetos.

O termo pode ser destrinchado da seguinte forma:

  • 1PL: fornecedor
  • 2PL: consumidor
  • 3PL: operador logístico
  • 4PL: gestor da cadeia de suprimento

Veículos autônomos e entregas por drones

Os veículos autônomos são usados em diversos setores, como a indústria e a agricultura. No transporte de cargas, já estão em testes. A promessa dos caminhões “sem motorista” é de mais economia, segurança e eficiência nas entregas a partir de controles a distância ou de forma independente, com uso de sensores que impedem colisões, por exemplo.

Outro sistema que vem sendo testado é a entrega por drones, que embora bem mais limitada na questão de capacidade de carga, velocidade e distância é uma tendência logística para otimizar a entrega em áreas urbanas, por exemplo, agilizando o envio.

Visibilidade e monitoramento em tempo real

Saber exatamente o status de cada processo logístico é fundamental para que embarcadores superem gargalos. A tecnologia ajuda nesse processo, já que permite o acompanhamento das atividades e o acesso a dados em tempo real, agilizando assim a tomada de decisões ainda ao longo do processo.

Se informação é ouro, conseguir rastrear os dados aumenta consideravelmente o controle das operações logísticas, otimiza processos, aumenta a segurança operacional e melhora a performance.

Serviço em nuvem em novas tendências logísticas para embarcadores

Os sistemas de armazenamento também estão acompanhando as principais tendências logísticas, com dados em nuvem que comprovaram sua importância e, se consolidaram como um caminho sem volta. Com eles, as pessoas conseguem acessar dados e manter as atividades operacionais e gerenciais de qualquer lugar, a partir de um computador ou dispositivo móvel.

Para a gestão logística, essa funcionalidade é estratégica e essencial nos quesitos economia, agilidade e eficiência.

Como a BRK Tecnologia pode ajudar nas tendências logísticas para embarcadores

A BRK oferece soluções tecnológicas capazes de fazer uma revolução digital nos processos de gestão logística e gerenciamento de riscos.

Em sinergia com as principais tendências logísticas, aplicamos as melhores e mais inovadoras técnicas no desenvolvimento de soluções customizadas, com recursos para o monitoramento em tempo real, inteligência aplicada aos processos de transporte e modernos sistemas de gestão logística.

Quer saber mais e ficar em dia com as principais tendências logísticas? Fale com um dos nossos especialistas e conheça todas as soluções da BRK Tecnologia.