Big Data na logística: saiba como transformar a cadeia de suprimentos

Imagem ilustrativa da análise da Big Data na logística

Está procurando soluções para gerenciar o transporte de cargas da sua empresa? Então, você precisa saber mais sobre a aplicação do Big Data na logística.

Afinal, essa ferramenta permite que você automatize os processos logísticos, de modo a ter uma visão mais ampla de todas as etapas.

Para isso, é fundamental entender como implementá-la e quais os possíveis desafios para os quais você deve estar preparado.

Neste artigo, vamos abordar esses temas, bem como outros aspectos relevantes para que você veja o quanto a tecnologia pode aprimorar o trabalho da sua equipe e ajudar a economizar recursos.

Por isso, leia este artigo até o final. Boa leitura!

A inevitável presença de Big Data na logística

Hoje, a presença de Big Data se tornou essencial nos mais diversos setores e, principalmente, quando o assunto é cadeia logística. Por meio dele, é possível extrair dados de consumidores, obtendo informações extremamente importantes para pensar a logística de um negócio, como anseios, medos, satisfações, necessidades, demandas, etc.

Assim sendo, o Big Data consegue captar informações e cruzar inúmeros dados internamente, provendo à empresa a capacidade de elaborar insights que poderão revolucionar a estratégia logística.

Fornecimento de informações sobre a cadeia de suprimentos

Não faz muito tempo, os clientes finais não entendiam como funcionava as operações de transporte de cargas e, graças aos dados fornecidos pelo Big Data, ficou claro o quanto muitas empresas não se preocupavam muito em fazer o acompanhamento próximo de fornecedores e transportadoras.

Atualmente, a logística evoluiu, assim como o gerenciamento de risco de cargas, o que tornou as etapas de transporte de cargas muito melhor regidas e mais eficientes.

Big Data, gerenciamento de risco de cargas e a experiência do cliente

Garantir que as demandas dos clientes sejam atendidas assegura a fidelização, o retorno para novas compras e, provavelmente, a atenção de novos potenciais clientes.

Em vista disso, a utilização de Big Data na logística do transporte de cargas ajuda a diminuir custos de frete, antecipar falhas, tornar o envio dos produtos mais ágil, melhorar a qualidade do processo e ter um serviço que se destaque ante a concorrência.

Soluções do Big Data na logística de cadeia de suprimentos

O Big Data na logística ajuda a fazer o mapeamento de padrões de entrega para que se possa planejar rotas de distribuição, gerir recursos e organizar a frota corretamente. Ou seja, ela torna os processos logísticos mais eficientes e econômicos.

Afinal, as informações coletadas possuem informações detalhadas que facilitam a gestão. Além disso, vale ressaltar que esse recurso permite coletar, processar e analisar grandes quantidades de dados de logística em tempo real.

Big Data no gerenciamento de risco de cargas e a experiência do cliente

Garantir que as demandas dos clientes sejam atendidas assegura a fidelização, o retorno para novas compras e, provavelmente, a atenção de novos potenciais clientes.

Em vista disso, a utilização de Big Data na logística do transporte de cargas ajuda a diminuir custos de frete, antecipar falhas, tornar o envio dos produtos mais ágil, melhorar a qualidade do processo e ter um serviço que se destaque ante a concorrência.

Otimização de rotas e tempos de trânsito

Uma das soluções é a roteirização, que permite definir rotas com mais assertividade, otimizando o uso dos veículos. Com isso, você pode diminuir as distâncias e o tempo de deslocamento, de modo a fazer entregas mais rápidas.

Consequentemente, essa organização possibilita a redução dos custos do processo, além de aumentar a satisfação dos clientes.

Previsão de demanda e planejamento de capacidade

O Big Data na logística também contribui para gerir o estoque de forma otimizada, pois gera relatórios sobre os fluxos de materiais, bem como de localização dos produtos.

Nesse sentido, é possível prever, por exemplo, as épocas em que um determinado produto tem mais saída e se preparar para tê-lo disponível.

Assim, os profissionais também podem se preparar, por meio de ações de venda que potencializem os ganhos e diminuam os recursos necessários.

Monitoramento e análise de desempenho

O Big Data colabora para analisar dados relacionados ao comportamento dos usuários, para identificar padrões. Nesse sentido, sua empresa saberá quais produtos e serviços são mais desejados, por exemplo.

Dessa forma, você pode tomar decisões de forma mais assertiva a partir do monitoramento de dados confiáveis, que permitem formular estratégias para agir com segurança e praticidade.

Desafios na implementação do Big Data na logística 4.0 na gestão de cargas

Muitas empresas encaram desafios para implementar o Big Data na logística. A seguir, comentamos sobre alguns deles.

Integração de dados entre diferentes sistemas e parceiros

Para integrar sistemas e parceiros, é necessário contar com uma infraestrutura adequada aos requisitos da tecnologia.

Desse modo, caso a empresa não esteja preparada para aprimorar sua tecnologia para lidar com um alto volume de dados, essa integração pode ser desafiadora.

Contudo, um exemplo de solução que pode ajudá-lo nesta missão é a Gestão Logística, da BRK Tecnologia, já que, por meio dos seus recursos, o gestor consegue ter visibilidade de toda a cadeia logística.

Desenvolvimento de competências e formação de equipes

A implementação do Big Data na logística 4.0 representa um avanço significativo na gestão de cargas. Contudo, um dos principais desafios é o desenvolvimento de competências e formação de equipes qualificadas.

A complexidade dos sistemas exige profissionais com habilidades multidisciplinares, incluindo análise de dados, programação e conhecimento do setor logístico.

As empresas devem investir em treinamentos e cursos de capacitação para formar equipes capazes de lidar com as demandas crescentes do mercado.

Além disso, é fundamental promover a colaboração e integração entre os profissionais, estimulando a inovação e a adaptação às constantes mudanças tecnológicas na área.

Adoção e resistência à mudança

As transformações tecnológicas podem gerar incertezas e receios entre os colaboradores, afetando o engajamento no processo de implementação.

Para superar essa barreira, as organizações devem priorizar a comunicação eficiente e transparente, explicando os benefícios e impactos das inovações.

Além disso, é crucial investir em capacitação e desenvolvimento de competências, garantindo que os profissionais estejam preparados para lidar com as novas ferramentas e tecnologias.

Por fim, adotar uma abordagem gradual e envolver os colaboradores na tomada de decisões também são estratégias úteis para minimizar a resistência e promover uma transição bem-sucedida.

A atuação de Big Data no transporte de cargas

Em projetos de Big Data no setor logístico de uma empresa, mais precisamente no transporte e gerenciamento de risco de cargas, é preciso compreender alguns elementos.

Basicamente, o recurso realiza o cruzamento de dados, o qual gera inúmeras informações importantes sobre o setor de transporte de cargas, como fatos sobre as viagens a serem realizadas, características dos caminhões, dos motoristas, além de questões, envolvendo o abastecimento.

Conforme o cruzamento de dados acontece, os gestores podem chegar a insights interessantes, envolvendo:

  • Quais motoristas cometem infrações de trânsito;
  • Quais motoristas realizam viagens em espaço mais curto de tempo;
  • Quais caminhões consomem mais combustível.

Ao ter essas e outras informações em mãos, os gestores conseguem identificar de forma mais ágil e prática o que está contribuindo, ou não, para a boa logística das entregas (e dos custos de tais entregas).

Sistemas de gerenciamento de transporte (TMS) como ferramentas de Big Data na logística

Ao implementar o Big Data na logística, sua empresa conta com as vantagens dos sistemas TMS, que permitem o acompanhamento de todo o processo em tempo real.

Dessa forma, você consegue ter uma visão global de todas as etapas, agindo para melhorar os processos e realizar um serviço de mais qualidade, produtivo e mais econômico.

Um exemplo de sistema muito útil é a Prevenção de Acidentes, que possibilita a análise de dados sobre as atitudes dos motoristas durante as entregas.

Com isso, você pode acompanhar o tempo de deslocamento, a velocidade atingida pelos veículos e, assim, melhorar esse processo.

Conceito de Open Logistics e a relação com Big Data na logística

Uma empresa que utiliza sistemas isolados precisa lidar com diversos softwares e, consequentemente, enfrentam retrabalho. Mas isso não tem necessidade, já que existe o Open Logistics, que resolve os problemas de integração.

Com isso, é possível criar padrões de comunicação entre softwares, para que a empresa opere de modo integrado e acompanhe toda a operação em qualquer fase do processo.

Assim, o Open Logistics tem tudo a ver com o Big Data na logística, pois permite melhorar a gestão logística da sua empresa com soluções tecnológicas avançadas e eficientes.

Aplicando o Big Data e solucionando problemas

A partir de agora, veja como aplicar o Big Data na logística e, assim, solucionar problemas.

Planejamento

Ao coletar e analisar grandes volumes de dados, é possível identificar padrões, tendências e gargalos, otimizando processos e reduzindo custos.

No planejamento de rotas, o Big Data auxilia na seleção de caminhos eficientes, considerando tráfego, condições climáticas e restrições de infraestrutura.

Na gestão de estoques, as análises preditivas aprimoram a previsão de demanda e a reposição de produtos. Além disso, o monitoramento em tempo real de cargas e veículos permite maior controle e rastreabilidade, melhorando a segurança e a tomada de decisões.

Dessa forma, o Big Data se torna um aliado fundamental para aprimorar a logística e impulsionar a competitividade no mercado.

Transporte

Através da análise de grandes volumes de dados, é possível otimizar rotas, levando em conta tráfego, condições climáticas e restrições geográficas. Isso resulta em economia de tempo e recursos, além de reduzir a emissão de gases poluentes.

Assim, a previsão de demanda aprimorada, baseada em análises preditivas, permite um melhor planejamento da frota e a distribuição de cargas. O Big Data também contribui para a segurança no transporte, monitorando em tempo real veículos e cargas, identificando riscos e possibilitando ações preventivas.

Ou seja, a aplicação do Big Data no transporte de cargas por meio de soluções para gerenciamento de risco, é crucial para aumentar a eficiência, reduzir custos e melhorar a sustentabilidade do setor.

Armazenamento

O Big Data é fundamental para solucionar problemas no armazenamento, otimizando a gestão de estoques. Por meio da análise de dados, as empresas podem prever demandas e aprimorar a reposição de produtos, evitando excessos ou escassez.

Sendo assim, a organização do espaço físico também se beneficia, identificando áreas de melhoria e alocando recursos de forma mais eficiente. De todo modo, o Big Data proporciona maior controle, redução de custos e aumento da produtividade no armazenamento.

Gerenciamento de risco com o Big Data

O gerenciamento de risco na logística é crucial e o Big Data tem um papel fundamental nisso. Isso porque, por meio da coleta e análise de grandes volumes de dados, é possível identificar padrões e prever riscos.

Por exemplo, dados de GPS, telemetria e comportamento do motorista podem indicar probabilidades de acidentes ou atrasos. Com isso, os gestores logísticos podem tomar decisões mais informadas, implementando treinamentos direcionados ou alterando rotas.

Sendo assim, o Big Data contribui para a mitigação de riscos, aprimorando a eficiência operacional e a segurança na logística. Ou seja, é a tecnologia transformando o gerenciamento de riscos.

Conte com as tecnologias e soluções da BRK para a gestão de cargas

Agora você sabe que aplicar o Big Data na logística pode trazer inúmeros benefícios para a sua empresa, dentre eles, a economia de tempo e dinheiro.

Dessa forma, automatizando os processos logísticos, você tem mais controle dos processos, o que reflete no resultado final do serviço prestado aos seus clientes.

Portanto, apesar dos desafios dessa implementação, vale a pena investir em tecnologias e acompanhar os avanços atuais. Afinal, em um futuro próximo, empresas que seguirem trabalhando de modo mais tradicional poderão perder espaço para as concorrentes.

Para evitar que isso aconteça com a sua,  fale com um especialista da BRK Tecnologia e conheça nossas soluções. Aplicamos as técnicas mais inovadoras e entregamos aos nossos clientes soluções personalizadas, que ajudam a atingir suas metas específicas.

Se este artigo te ajudou, leia outros conteúdos do Blog da BRK Tecnologia.