Conheça as etapas do gerenciamento de risco no transporte

Imagem de destaque

Para que o gerenciamento de riscos ocorra adequadamente, é preciso dispor de um Plano de Gerenciamento de Riscos (PGR). Saiba mais sobre o assunto e veja como elaborar o PGR a partir das etapas do gerenciamento de riscos no transporte.

O PGR é muito importante ao dispor de um conjunto de ações, ferramentas e tecnologias necessárias para a prevenção e o gerenciamento de riscos no transporte de cargas. Veja, a seguir, o que considerar na hora de planejar o PGR.

O que considerar para elaborar um PGR?

Para elaborar um PGR, é preciso fazer um levantamento da atual situação do negócio, assim como de suas reais necessidades.

Coletar essas informações é fundamental para mapear os riscos, e nessa etapa o gestor pode considerar estatísticas, experiências passadas e dados atuais sobre o funcionamento da empresa, assim como sobre o setor de transportes na totalidade.

A partir desse estudo, é chegada a hora de começar a traçar as principais estratégias de gerenciamento de riscos e quais soluções são as melhores para atender às necessidades dispostas na etapa anterior.

Uma maneira bastante eficiente de elaborar o PGR é por meio do trabalho feito por uma gerenciadora de risco. A BKR Tecnologia, por exemplo, une tecnologia à organização de processos logísticos, a boas práticas e ao monitoramento de frota, formando a base do PGR para seu cliente.

Etapas para que o gerenciamento de riscos ocorra

Além de contar com o trabalho da gerenciadora de risco, é importante atentar-se a três etapas para que o gerenciamento de riscos ocorra eficientemente. São elas:

Contratações bem-feitas

Os colaboradores são parte fundamental da consolidação e do sucesso de um negócio. Além disso, garantem o cumprimento do PGR. Por isso, é fundamental ter cautela durante a contratação e assegurar que os futuros encarregados sejam profissionais de confiança.

Planejamento de rotas e paradas

Uma rota mais curta pode significar riscos à carga e ao motorista. Por isso, é preciso bastante planejamento, considerando a segurança da estrada, se conta com bons pontos de parada e como está a qualidade do asfalto.

Cumprimento do PGR

Para que o gerenciamento de riscos ocorra da melhor forma possível, todos os colaboradores envolvidos na cadeia logística devem respeitar o PGR, assim como a legislação brasileira que rege normas de jornada de trabalho, horários de almoço e de descanso, repousos semanais, além de regras de trânsito.

Como garantir segurança a partir das etapas do gerenciamento de riscos no transporte

A principal dica para diminuir os riscos no transporte de cargas é investir em tecnologia aliada ao gerenciamento de riscos.

Quando voltada ao setor de logística, planejamento e monitoramento de cargas, a tecnologia torna a eficiência do transporte de cargas ainda mais expressiva, principalmente em razão de soluções modernas desenvolvidas por gerenciadoras de risco.

Como na BRK, gerenciadora de risco que utiliza softwares de gestão e soluções inovadoras para trabalhar lado a lado com o cliente e colocá-lo em posição competitiva no mercado.

Como a BRK Tecnologia trabalha para cumprir as etapas do gerenciamento de riscos no transporte

A BRK desenvolveu soluções para que o gerenciamento de riscos ocorra. Juntas, elas prezam utilizar tecnologias para promover a cadeia logística, o monitoramento contínuo (24 horas por dia), a análise comportamental do motorista e a promoção de boas práticas de direção e conduta.

Entre em contato com um de nossos especialistas!