Cross Docking: melhore a eficiência nos processos de distribuição

Imagem de destaque

Você conhece o termo cross docking na logística? Se você trabalha nesse setor, certamente já ouviu falar nessa técnica, que tem sido utilizada por diversas empresas como uma estratégia para reduzir custos e otimizar processos logísticos.

O termo cross docking, que significa “cruzamento de docas”, é uma técnica de distribuição que envolve a transferência de produtos diretamente da área de recebimento para a área de expedição, sem passar pelo processo de armazenagem.

Dessa forma, os produtos chegam ao seu destino final em um curto espaço de tempo, reduzindo o tempo de espera e o tempo de ciclo de pedido.

Mas como essa técnica pode ser aplicada na sua empresa? Qual a relação com um sistema de gestão de frotas? Quais são as vantagens do cross docking? Quais os riscos envolvidos e como gerenciá-los?

Para responder a essas perguntas e explorar mais sobre o assunto, preparamos um conteúdo completo sobre o cross docking na logística. Confira!

Cross Docking e a eficiência da distribuição

O cross docking é uma estratégia logística que oferece uma série de benefícios para as empresas que a implementam. Aliás, o sentido literal do termo “cross docking” seria o ato de “acoplar” ou “atracar” cargas, geralmente em um centro de distribuição.

Assim, o seu propósito é de “cruzar” ou “atravessar” rapidamente essas mercadorias para a próxima etapa do processo logístico, sem a necessidade de armazenamento prolongado. Ou seja, o termo faz referência à ideia de movimentar os produtos de forma eficiente e direta.

Isso porque o objetivo principal é evitar a estadia em um local de armazenagem, e permitir que eles sigam seu caminho rapidamente para o destino final, seja um ponto de venda ou um cliente.

Portanto, o sentido literal de “cross docking” é a ação de conectar ou unir cargas para um trânsito rápido e contínuo, sem pausas prolongadas em um ponto intermediário de armazenamento.

Contudo, para que você possa entender melhor, a seguir, vamos abordar algumas das principais vantagens dessa técnica!

Redução de custos

O cross docking pode ajudar a reduzir os custos logísticos de uma empresa, pois diminui a necessidade de armazenamento e manuseio de produtos.

Assim, ao eliminar etapas desnecessárias no processo de transporte e armazenamento, a empresa consegue economizar em despesas como aluguel de armazéns, energia elétrica e pessoal para manuseio e armazenamento de produtos.

Redução de tempo de entrega

O cross docking ajuda a acelerar o tempo de entrega das mercadorias, pois elimina etapas intermediárias entre a recepção e a expedição de produtos.

Isso reduz o tempo de espera e possibilita uma entrega mais rápida, fator crítico em um mercado cada vez mais competitivo, especialmente na área de distribuição de eletrônicos e e-commerce.

Melhor gestão de estoque com cross docking

Com o cross docking, a empresa consegue manter um estoque mínimo de produtos, uma vez que não há a necessidade de armazená-los por longos períodos.

Dessa forma, a empresa pode controlar melhor seu fluxo de caixa e evitar desperdícios e perdas decorrentes da obsolescência de produtos em estoque.

Gerenciamento de Risco na movimentação de carga

O cross docking pode ser uma ferramenta importante no gerenciamento de riscos na logística.

Isso porque essa estratégia reduz o tempo de armazenamento dos produtos e minimiza a necessidade de manuseio, o que ajuda a reduzir as chances de danos ou perdas durante o processo de transporte.

Além disso, é possível utilizar o cross docking para agilizar a identificação de problemas na cadeia de suprimentos.

Portanto, se uma carga apresenta problemas ou atrasos na entrega, o processo permite que a empresa rapidamente identifique o problema e tome medidas para corrigi-lo.

Outra forma como o cross docking contribui para o gerenciamento de riscos é através da consolidação de cargas.

Afinal, essa estratégia permite que as empresas transportem várias cargas em um único veículo, o que ajuda a reduzir os riscos de roubo ou furto de mercadorias durante o processo de transporte.

Por isso, um PGR (Plano de Gerenciamento de Riscos) bem elaborado ajuda a minimizar os riscos e garantir a segurança das cargas durante o processo de movimentação entre as docas.

Dessa forma, é importante que a empresa esteja sempre atenta às mudanças no ambiente de negócios e aos novos riscos que possam surgir. Assim, pode adaptar o PGR e garantir a segurança das suas operações logísticas.

Implementando o cross docking

Para implementar o cross docking na empresa, é importante seguir algumas etapas importantes:

Identificação dos processos que podem ser aprimorados

É necessário identificar os processos logísticos que podem ser aprimorados com a adoção do cross docking. Isso pode incluir áreas como recebimento de mercadorias, separação de pedidos, embalagem, expedição e transporte.

Investimento em tecnologia

A implementação do cross docking geralmente requer o uso de tecnologias avançadas, como sistemas de gestão de armazéns (WMS) e sistemas de gerenciamento de transporte (TMS).

Por isso, é importante investir em tecnologia adequada para garantir que o processo seja automatizado e eficiente.

Capacitação da equipe

É importante treinar a equipe responsável pela implementação do cross docking, desde os operadores do armazém até os motoristas de transporte.

Isso porque todos devem estar familiarizados com o processo e a tecnologia envolvida para garantir que o processo ocorra sem problemas.

Planejamento e coordenação

O cross docking é uma técnica complexa que requer um planejamento detalhado e uma coordenação cuidadosa entre os diferentes departamentos envolvidos.

Sendo assim, é essencial definir claramente os procedimentos, fluxos de trabalho e responsabilidades de cada equipe.

Avaliação e otimização

É necessário avaliar regularmente o processo de cross docking para garantir que ele esteja funcionando adequadamente e otimizar o processo sempre que necessário.

Dessa forma, isso inclui a avaliação dos resultados, a identificação de áreas de melhoria e a implementação de aprimoramentos contínuos.

A solução da BRK na implementação do cross docking

A Gestão Logística é uma solução de gerenciamento logístico, desenvolvido pela BRK Tecnologia, que oferece diversas vantagens para empresas que buscam implementar estratégias de cross docking e maximizar seus ganhos.

Então, com ajustes e melhorias nos processos operacionais, essa solução permite uma gestão eficiente dos riscos logísticos, oferecendo uma visão clara e completa das vulnerabilidades da cadeia de suprimentos.

Além disso, a plataforma, disponível em versão Web e Mobile, oferece uma variedade de recursos e ferramentas para otimizar recursos, reduzir custos e melhorar a eficiência da operação.

As principais funcionalidades da Gestão Logística incluem:

  • Software de gestão integrada das operações logísticas de transporte;
  • Grid de acompanhamento completo de viagens;
  • Dashboards e indicadores de desempenho e produtividade em tempo real;
  • Torre de controle dedicada com profissionais experientes;
  • Rastreamento de veículos;
  • Controle de tempo e status de entrega;
  • Identificação de atrasos e cumprimento das janelas de carregamento e descarga;
  • Aplicativos mobile e integração com as principais tecnologias de rastreamento do mercado, como WMS, TMS e ERP.

Com essas funcionalidades, a Gestão Logística ajuda as empresas a melhorar sua eficiência operacional, reduzir custos, garantir o cumprimento das janelas de entrega e aumentar a satisfação dos clientes.

Nossa plataforma também fornece uma ampla visibilidade dos processos logísticos, permitindo que as empresas tomem decisões mais informadas e assertivas em relação à gestão de seus negócios.

Sendo assim, entre em contato conosco e comece a estruturar suas operações de cross docking agora mesmo!

E para mais dicas sobre como otimizar os processos logísticos da sua empresa, acompanhe o Blog da BRK Tecnologia!