Gestão de risco patrimonial: redução de perdas e aumento de segurança

Imagem de destaque

A gestão logística se torna uma aliada na gestão de risco patrimonial, tema de vital importância para um gestor. Sendo assim, conhecer a efetividade deste sistema não é somente benéfico, mas fundamental nos processos logísticos.

Para se ter uma ideia, ela abrange estratégias que têm função de evitar perdas significativas e, além disso, é a chave para o aumento da segurança.

Aliás, ela auxilia na manutenção da imagem corporativa, garantindo que a empresa seja reconhecida por sua eficiência e responsabilidade em sua atuação.

Inclusive, se informar sobre a interface com o PGR, significa estar à frente, buscando aprimoramento contínuo e novas abordagens multidisciplinares e sistematizadas em suas operações.

Pensando nisso, a BRK Tecnologia preparou este conteúdo para que você aprimore sua empresa com a gestão de risco patrimonial. Acompanhe!

Por que se preocupar com a gestão de risco patrimonial?

Gerenciar riscos patrimoniais é uma necessidade estratégica para qualquer empresa. Afinal, o patrimônio é a essência de qualquer negócio e sua proteção deve ser uma prioridade.

Nesse sentido, riscos não gerenciados podem ocasionar perdas financeiras substanciais, comprometer a segurança dos funcionários e até mesmo prejudicar a reputação da empresa.

Assim, a gestão de risco patrimonial atua na identificação, avaliação e controle desses riscos. Ao implementá-la, a empresa obtém uma visão ampla e detalhada de seus ativos e potenciais perigos, permitindo a tomada de decisões preventivas e corretivas efetivas.

Além disso, essa gestão está fortemente ligada ao Plano de Gerenciamento de Riscos (PGR), que busca a melhoria contínua das condições de trabalho por meio de ações sistematizadas e multidisciplinares.

Benefícios da gestão de risco patrimonial

A gestão de risco patrimonial traz benefícios tangíveis e intangíveis que aprimoram a sustentabilidade e a vivência diária de negócios de todos os tamanhos.

Redução de perdas

Começando com a redução de perdas, a gestão de risco patrimonial eficaz identifica potenciais ameaças e vulnerabilidades, permitindo que ações preventivas sejam tomadas antes que a perda ocorra.

Ou seja, diminui-se o potencial de despesas inesperadas relacionadas à perda ou dano de ativos ou recursos. Esta proatividade economiza dinheiro, tempo, e stress, favorecendo um ambiente operacional mais tranquilo e mais produtivo.

Aumento da segurança

Em relação ao aumento da segurança, a gestão de risco eleva o nível de segurança das operações e do ambiente de trabalho. Ao identificar e controlar riscos, garantem-se condições mais seguras para os funcionários e processos de trabalho.

Nesse sentido, este aspecto consequentemente reduz o potencial de acidentes e doenças ocupacionais, favorecendo a produtividade e o bem-estar da equipe.

Proteção da imagem da empresa

Ela contribui para a proteção da imagem da empresa. Afinal, ao evitar situações nocivas, preserva-se a reputação e fortalece a confiança dos stakeholders. Este aspecto é essencial nos dias atuais, onde uma imagem corporativa positiva pode ser um diferencial competitivo crucial.

Portanto, responsabilizar-se pela gestão de risco patrimonial é uma decisão estratégica que beneficia todas as áreas de um negócio.

Como implementar a Gestão de Risco Patrimonial efetiva

A implementação da Gestão de Risco Patrimonial efetiva envolve uma série de etapas estruturadas, todas alinhadas para criar um sistema de gestão de riscos que seja eficiente, eficaz e adaptado às necessidades específicas da empresa.

Etapa 1: Avaliação de riscos

Esta etapa pede a identificação e catalogação de todos os possíveis riscos que possam afetar os ativos da organização.

Isto inclui riscos físicos, como incêndios ou inundações, riscos operacionais, como erros humanos ou falhas de equipamentos, e até mesmo riscos estratégicos, como mudanças climáticas ou volatilidade do mercado.

Uma avaliação de riscos bem feita é um elemento crucial de qualquer gestão de risco patrimonial, pois corresponde à base sobre a qual todas as demais etapas são construídas.

Etapa 2: Desenvolvimento de um Plano de Gerenciamento de Riscos (PGR)

Em seguida, na etapa 2, o Desenvolvimento de um Plano de Gerenciamento de Riscos, ou PGR, é realizado com base nos riscos identificados.

Este plano, que deve ser um documento vivo e adaptável, detalha cada um dos riscos, suas possíveis consequências, e as estratégias que a empresa adotará para gerir e controlar esses riscos.

Etapa 3: Implementação e monitoramento do PGR

Por último, na etapa 3, ocorre a Implementação e Monitoramento do PGR. Aqui, o plano é posto em prática, e todos os aspectos do PGR são constantemente monitorados para garantir sua eficácia.

Eventuais mudanças na situação de riscos, ou no caráter do negócio, devem ser refletidas em atualizações agregadas ao PGR. Assim, a gestão de risco patrimonial será capaz de proteger efetivamente a empresa e seus ativos.

Tecnologias para a gestão de risco patrimonial

Inúmeras tecnologias auxiliam na gestão de risco patrimonial. Entre elas, softwares de análise de risco, sistemas de monitoramento e alertas, ferramentas de Big Data e Inteligência Artificial.

Em especial, a BRK Tecnologia se destaca pela oferta de soluções especificamente desenhadas para esta finalidade. Por meio de uma plataforma integrada, a empresa permite o monitoramento em tempo real, a análise preditiva de riscos e a automatização de processos.

Esses recursos, aliados a uma interface user-friendly, contribuem para uma estratégia mais eficiente. Assim, a BRK Tecnologia se posiciona como uma forte aliada das empresas nesse desafio.

Cases de sucesso na gestão de risco patrimonial

O transporte de bebidas é uma etapa logística em que a gestão de risco patrimonial é essencial. Nesse sentido, se analisarmos o problema do roubo de cargas, por exemplo, só no Estado de São Paulo foram registradas mais de 10 mil ocorrências no último ano.

Diante deste cenário, como a BRK ajudou a startup de uma das maiores empresas de bebidas? Veja a seguir:

  • O desafio: a empresa surgiu com o desafio de implantar processos de gerenciamento de riscos que garantisse a redução de perdas de estoques e repressão a fraudes;
  • A solução: a BRK criou um plano estratégico e então colocamos em prática ações para ajudar o projeto como um todo;
  • O resultado: no último ano, a empresa ajudou na identificação, investigação e evidenciação de 14 fraudes em lojas do RJ e MG, que somadas estima-se uma redução de perda média mensal de aproximadamente R$250 mil.

Com 17 anos de história, a BRK Tecnologia é hoje referência no gerenciamento de risco no transporte de bebidas, trabalhando em parceria com 70% das empresas do segmento no mercado brasileiro.

A BRK Tecnologia possui a solução ideal para a gestão de risco patrimonial

Com um profundo entendimento em gestão de risco patrimonial, a BRK Tecnologia detém a expertise para mitigar perdas, aprimorar a segurança e proteger a reputação corporativa.

Ao confiar em nossa capacitação, você opta por soluções de ponta, garantindo uma proteção patrimonial confiável e eficiente. A segurança do seu patrimônio não deve ser negligenciada.

Fale agora com um especialista para proteger o seu patrimônio com a nossa gestão de risco patrimonial líder no mercado.

Gostou do conteúdo? Então continue acompanhando o Blog da BRK Tecnologia!