Gestão logística nas operações: veja como aprimorar o transporte rodoviário de carga

Imagem de destaque

Você sabe qual a importância da gestão logística nas operações para melhorar os processos no transporte de cargas?

Contar com um sistema para transportadora e realizar o gerenciamento de risco, por exemplo, fazem parte de um gerenciamento logístico eficiente.

Pensando nisso, a BRK preparou este artigo para que você possa conhecer todos os benefícios que ela oferece para o sucesso de uma organização.

Além disso, você vai conferir quais são os riscos que a empresa corre quando não investe em um sistema de gestão logística.

Continue acompanhando e boa leitura!

Afinal, o que é gestão logística nas operações?

Saber o que é gestão logística é essencial para começar a compreender de que forma é possível aprimorar as operações no transporte de cargas.

Desse modo, ela é a responsável por organizar e analisar os processos logísticos de uma empresa. Assim, trabalhar com gestão logística envolve comprar matéria-prima, bem como acompanhar o fluxo de produção, armazenamento e transporte de produtos.

De toda forma, esse trabalho é extremamente importante, já que o planejamento é fundamental para a empresa evitar prejuízos e outros gastos desnecessários.

Além disso, um bom processo de gestão logística contribui para que a produtividade se mantenha no ritmo correto. Com isso, se torna possível otimizar a cadeia logística de forma adequada à capacidade de produção da empresa e à demanda do mercado.

Sendo assim, essa gestão tem a função de planejar a forma ideal de usar recursos, bem como garantir que tudo ocorra conforme o planejado.

Devido a esse fato, é possível fazer com que o transporte ocorra em ordem, de modo que as entregas aconteçam no prazo estipulado.

Ademais, a gestão dos processos logísticos visa garantir que a qualidade do transporte seja conforme o prometido, sem que ocorram imprevistos como perdas ou avarias.

Em resumo, a gestão logística serve para manter o controle sobre os processos logísticos, por meio do planejamento completo das operações.

Com isso, é possível otimizar cada etapa, como a mão de obra, a frota de caminhões e demais veículos, as tecnologias utilizadas, para o resultado ser a satisfação dos clientes.

No tópico a seguir, vamos falar mais sobre a importância da gestão das operações logísticas para o ambiente corporativo. Portanto, continue a leitura.

Gestão logística nas operações: qual a sua importância no ambiente corporativo?

Como você leu até aqui, a gestão logística é uma forma de diminuir os gastos das operações da empresa e de tornar o trabalho mais eficiente.

Isso porque, com uma boa gestão, se torna possível utilizar todos os recursos disponíveis de uma forma mais racional.

Assim, a tendência é que os clientes fiquem felizes com o serviço prestado e, consequentemente, se tornem fiéis à sua empresa.

Para que você perceba de forma mais clara a necessidade de uma boa gestão, vamos listar, a partir de agora, alguns benefícios que ela traz para a organização. Acompanhe!

Maior eficiência nos processos

A partir de um gerenciamento de qualidade em todas as etapas do processo logístico, sua empresa pode realizar as atividades mais rapidamente.

Com isso, é possível aumentar a economia e a lucratividade da empresa, de modo que a gestão otimizada das etapas é fundamental para a empresa registrar mais resultados positivos.

Prevenção e correção de falhas operacionais

Empresas que se preocupam com a qualidade da gestão logística correm menos riscos de cometer erros operacionais.

Afinal, fica mais fácil identificar as vulnerabilidades que poderão causar, eventualmente, algum problema e corrigi-las a tempo.

Além disso, em caso de acontecer algum problema, com uma gestão eficiente e organizada, se torna possível identificar o ponto gerador da falha para fazer a correção o quanto antes.

É importante ressaltar que evitar falhas também é uma forma de diminuir os gastos durante o processo logístico.

Diminuição dos gastos da operação

Outro ponto positivo é a possibilidade de equilibrar recursos e, com isso, fazer com que o custo das operações seja mais baixo.

Isso é viável pelo fato de haver maior controle de compras, e também dos riscos que envolvem o transporte, bem como pelo monitoramento dos processos em tempo real.

Sistemas e áreas integrados

Para o trabalho ocorrer com tranquilidade e eficiência, é importante existir uma integração entre todas as áreas da empresa.

Além disso, os sistemas utilizados na rotina do trabalho também devem ter ligação. Afinal, o trabalho da equipe fica muito mais fácil e o tempo para cada tarefa diminui consideravelmente.

É importante destacar, ainda, que a integração das áreas e sistemas melhora a comunicação entre os envolvidos com os processos.

Por isso, é imprescindível contar com um sistema para integração de várias plataformas de gestão logística, como a Gestão Logística. Assim, é possível ter visibilidade na operação, centralizando as informações com assertividade dos dados e em tempo real.

Alinhamento na comunicação

Vamos aproveitar o gancho da vantagem anterior para destacar que um dos benefícios da gestão logística é a melhoria no alinhamento comunicativo.

Assim, todas as pessoas envolvidas na cadeia logística podem se relacionar de um modo mais claro e harmônico, desde fornecedores até os clientes.

Visibilidade melhorada

Uma boa gestão das operações logísticas deve contar com sistemas de integração e automatização de informações e processos.

Afinal, quando o gestor tem acesso aos dados de todas as etapas logísticas, é possível obter uma visão mais ampla de cada etapa.

Desse modo, fica mais fácil perceber a necessidade de ajustes e melhorias, com o intuito de otimizar os processos.

Por isso, é importante destacar a necessidade de utilizar tecnologias de monitoramento, softwares adequados e dashboards para acompanhar indicadores de modo atualizado.

Projetos customizados dentro da gestão logística

Cada segmento do transporte tem suas particularidades e complexidades. Neste sentido, ter um mapeamento completo dos processos logísticos da operação é fundamental para pensar em soluções personalizadas.

Sendo assim, podemos citar o conceito de Open Logistics, que consiste em várias tecnologias integradas de compartilhamento de dados.

Dessa forma, é possível orquestrar as operações logísticas e digitalizá-las, devido à possibilidade de integrar informações por meio de programas e aplicativos.

Por mais que ainda seja considerado recente, o Open Logistics já é uma realidade em muitas empresas.

Temos ainda a Torre de controle logístico, uma central de integração que conta com um nível de tecnologia capaz de captar, armazenar e processar dados de cada operação de transporte de uma empresa.

Assim, é possível ter mais clareza para tomadas de decisões, alinhadas aos objetivos estratégicos da empresa, já que o gestor de transporte terá uma maior visibilidade, especialmente quando é necessário cuidar de uma frota de veículos numerosa em rota.

Para contar com todas essas soluções no gerenciamento de processos logísticos, basta contar com a Gestão Logística. Ou seja, um conjunto de aplicações e recursos que contribui para tornar toda a operação mais eficaz.

Clientes mais satisfeitos

Concluímos essa lista com as principais vantagens da gestão logística com um dos aspectos mais importantes, ou seja, a satisfação dos clientes. Isso porque, não se pode garantir apenas a qualidade do produto, mas também do transporte das mercadorias.

Afinal, todas as etapas logísticas contribuem para levar um bom serviço aos clientes, de modo a deixá-los mais satisfeitos.

Com isso, uma das responsabilidades da gestão é elaborar estratégias para aprimorar os serviços, e assim, evitar reclamações pelos serviços prestados. O resultado será, portanto, clientes mais satisfeitos e uma imagem positiva da sua empresa.

Agora que você já sabe qual a importância da gestão logística para as empresas, que tal conferir algumas dicas sobre o que não pode faltar no seu processo de gestão?

Para isso, leia o tópico a seguir.

O que não pode faltar em uma gestão logística nas operações?

Certamente, você sabe agora o quanto é importante para a sua empresa contar com um bom processo de gestão logística.

Por isso, destacamos que, além de ações previstas em qualquer planejamento logístico, é fundamental que o gestor preste atenção em diversos aspectos que se relacionam com a cadeia de produção.

Isso é importante, pois é necessário focar na avaliação dos resultados, estabelecer metas e analisar os recursos necessários para o processo acontecer conforme o planejado.

Para que você tenha uma ideia melhor do que é importante para uma gestão logística eficiente e de qualidade superior, vamos apresentar uma lista com os principais aspectos.

Por isso, preste atenção nos itens a seguir:

Sistema para transportadora

Se você deseja que as operações logísticas da sua empresa superem as expectativas, e que o trabalho fique mais fácil, a melhor opção é contar com um sistema para transportadora.

Isso porque, eles auxiliam a ajustar e melhorar os processos operacionais, de modo que a empresa possa gerenciar riscos e otimizar os recursos disponíveis.

Em resumo, um sistema para transportadora consiste em um conjunto de recursos que permitem o acompanhamento dos processos em uma plataforma otimizada e de fácil acesso.

Para que você tenha uma ideia melhor, vamos apresentar a Gestão Logística, plataforma de acompanhamento logístico desenvolvida pela BRK Tecnologia.

Por meio do nosso sistema, você tem acesso a uma torre de controle que permite o acesso e o compartilhamento de dados em tempo real.

Além disso, ela auxilia o gestor a tomar decisões de modo instantâneo para corrigir e prevenir falhas, bem como, antecipar possíveis problemas operacionais.

Mas não para por aí. Com um sistema logístico como a Gestão Logística, é possível acompanhar e gerir KPIs, assim como, o planejamento de carregamento e alocação das cargas.

Podemos mencionar, ainda, que o sistema ajuda a fazer a auditoria, a liberação e o pagamento de fretes.

Plano de gerenciamento de risco no transporte

Outro aspecto indispensável na gestão logística é o sistema de gerenciamento de riscos, pois ele atua diretamente na prevenção de sinistros. Com isso, o objetivo principal é garantir a segurança, tanto dos motoristas, quanto das cargas em transporte.

Dessa forma, a empresa só tem a ganhar ao contar com uma solução que permite o gerenciamento de risco integrado com o monitoramento do transporte.

Afinal, isso possibilita que o gestor faça o acompanhamento dos trajetos, via tecnologias de rastreamento, aliado com a inteligência aplicada ao sistema.

Em relação ao funcionamento dos sistemas de gerenciamento de riscos, vale ressaltar alguns princípios que eles costumam seguir.

  • Facilitar um processo transparente;
  • proteger motoristas e cargas;
  • identificar riscos e evitá-los;
  • colaborar para a melhoria dos processos;
  • alinhar-se com os processos internos e externos da empresa.

Na lista acima, destacamos apenas alguns, mas esse sistema segue outros princípios de extrema importância para a gestão dos riscos do transporte.

Portanto, seu processo de gestão deve considerar o gerenciamento de risco para evitar problemas e executar um serviço mais seguro e de qualidade.

Acompanhamento logístico

Provavelmente, você já notou que o acompanhamento logístico é fundamental para o sucesso das operações logísticas da sua empresa.

Por isso, em uma boa gestão, não pode faltar um acompanhamento de qualidade, que ocorra em tempo real.

Para que você possa implementá-lo com sucesso, algumas práticas são indispensáveis. Por isso, decidimos destacá-las, a partir de agora.

A primeira que vamos mencionar é a escolha de um software programado para o acompanhamento das operações logísticas da sua empresa.

Desse modo, você vai conseguir acompanhar as viagens em tempo real, sabendo se as rotas estão sendo cumpridas.

Além disso, com um sistema de acompanhamento, você vai poder estabelecer uma comunicação mais fácil entre os motoristas e a central de monitoramento.

Vale destacar, ainda, que os sistemas para o acompanhamento logístico ajudam a aumentar a produtividade de todos os membros da equipe, inclusive do gestor.

Também é importante lembrar que fica mais fácil observar os relatórios, gerados automaticamente, identificando gargalos e maneiras de atingir os resultados almejados.

Prevenção a acidentes

Infelizmente, os acidentes de trânsito são um problema que afeta tanto quem trabalha com transporte, quanto qualquer outro usuário das vias.

Em relação aos acidentes que envolvem caminhões, esses incidentes representam a maior vulnerabilidade do transporte rodoviário.

Para que você tenha uma ideia, a Associação Nacional de Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística) realizou um levantamento no ano de 2018 e revelou dados importantes.

O estudo indicou que as perdas de cargas e veículos por motivo de acidentes gera um prejuízo de até R$2 bilhões para o setor de produção.

Desse modo, é primordial que você inclua na gestão logística da sua empresa, um sistema de prevenção de acidentes.

Isso porque, ele avalia as atitudes dos motoristas a partir de informações, como, por exemplo, a velocidade e o tempo de condução.

O mais interessante é que alguns sistemas possibilitam esse acompanhamento sem que seja necessário fazer a instalação de qualquer dispositivo nos veículos.

Entre as vantagens de sistemas desse tipo, é interessante mencioná-los, fazendo uma classificação entre os benefícios sociais e os financeiros.

Entre os benefícios sociais, é possível destacar a prevenção da vida humana, a redução da emissão de gases poluentes na atmosfera e a diminuição das penalidades por infrações de trânsito.

Com um sistema de prevenção de acidentes, sua empresa pode ter até 95% a menos de prejuízos e reduzir o gasto com seguro.

Além de reduzir os impactos logísticos, é possível preservar a sua marca.

Afinal, uma empresa com um grande histórico de infrações e acidentes de trânsito pode ficar com sua imagem manchada.

Gestão logística nas operações: aplicações do dia a dia

É comum acreditar que a gestão logística se aplica apenas no setor de transportes. Porém, a verdade é que ela tem muitas outras aplicações.

Para você ter uma ideia, vamos apresentar algumas aplicações a partir de agora.

  • Armazenamento do estoque: importante para que se possa aproveitar melhor o espaço disponível no estoque, bem como para a conservação das mercadorias.
  • Controle de pedidos: ajuda a alinhar processos internos com a etapa de liberação dos produtos. Assim, é eficiente desde o momento em que o pedido é feito, até a sua entrega.
  • Embalagem sem danos: responsável pela garantia da qualidade das embalagens, bem pelo seu baixo custo. Além disso, ajuda a adotar práticas de proteção das mercadorias.
  • Controle de estoque: ideal para manter a quantia certa de produtos, de modo a prestar um atendimento eficiente aos clientes. Isso gera impactos diretos no setor de compras, já que ajuda a adquirir apenas a quantidade necessária de mercadorias.
  • Gestão logística na cadeia de suprimentos: ajuda a deixar as operações logísticas mais sólidas, de modo que se consiga trabalhar de maneira integrada, aumentando a competitividade.
  • Gestão de frota: auxilia no planejamento de manutenção e renovação dos veículos, por meio de uma análise constante do desempenho da frota.
  • Transporte de carga: aplicação mais comum da gestão logística, pois o setor de transporte é responsável pela entrega das mercadorias. Assim, a gestão logística ajuda a reduzir custos, traçar rotas, cumprir prazos, entre outras funções.

Riscos de não fazer uma gestão logística

Caso sua empresa opte por não investir em um bom processo de acompanhamento logístico, haverá o risco de enfrentar futuramente.

Por exemplo, é possível que sua empresa encare algumas complicações em relação ao prazo de entrega dos produtos.

Pensando nisso, decidimos preparar uma lista com os principais riscos de não investir em uma boa gestão logística. Confira a seguir.

Erros nos pedidos

Caso sua empresa não faça um acompanhamento eficiente dos processos logísticos, a chance de acumular falhas aumenta.

Se isso acontecer, pode chegar ao ponto de acontecer erros nos pedidos, fazendo com que chegue ao cliente uma mercadoria diferente da que ele adquiriu.

Avarias nas cargas

Outro problema que pode acontecer caso não haja um bom gerenciamento é a avaria dos produtos.

Afinal, se o processo não for otimizado, a carga pode passar por muitos locais e pessoas, de modo que fica mais fácil a ocorrência de danos.

Mais uma vez, vale destacar que esse tipo de problema costuma gerar grande insatisfação nos clientes.

Manchas na reputação da empresa

Esteja certo de que, quanto mais os clientes estiverem insatisfeitos com o serviço prestado pela sua empresa, o nível de insatisfação aumentará.

Por exemplo, se sua organização prestar um serviço de transporte inadequado, com os problemas já apresentados, você pode receber muitas reclamações em sites especializados, como o reclame aqui.

Com isso, a imagem da sua empresa pode sofrer vários prejuízos, muitas vezes, difíceis de reparar.

Perda de competitividade

Relacionado ao problema comentado acima, outro risco que sua empresa corre sem uma boa gestão logística é a perda de competitividade.

Afinal, os clientes podem escolher a concorrência, fazendo com que sua empresa perca força no mercado.

Conte com a BRK Tecnologia para realizar uma gestão logística eficiente

No tópico acima, você conferiu alguns riscos de não investir em uma boa gestão logística para a sua empresa.

Por isso, não permita que esses problemas afetem o seu negócio. Para evitar situações indesejadas, invista em um sistema de acompanhamento logístico.

Neste caso, saiba que pode contar com a qualidade das soluções desenvolvidas pela BRK Tecnologia.

Somos uma empresa que atua desde 2006, gerando soluções para o gerenciamento de risco no transporte de cargas, gestão logística e gerenciamento de risco patrimonial.

Para saber mais sobre como podemos ajudar a sua empresa, fale com um especialista e tire todas as suas dúvidas.

Se este artigo te ajudou, convidamos você a conferir outras publicações do Blog da BRK Tecnologia.