Supply Chain: melhores práticas, cases e tendências

Imagem de destaque

Você já parou para pensar em como os produtos que você compra chegam até você? A cadeia de suprimentos, ou supply chain, é um processo complexo e interconectado que envolve diversas etapas, desde a produção até a entrega ao consumidor final.

Sendo assim, gerenciar efetivamente o supply chain pode trazer uma série de benefícios para as empresas, como aumento da eficiência, redução de custos e melhoria da qualidade dos produtos e serviços.

No entanto, muitas empresas ainda enfrentam desafios de gestão logística, que podem afetar negativamente seus resultados financeiros e a satisfação do cliente.

Por isso, neste post, vamos explorar mais a fundo as etapas do supply chain e como a tecnologia pode ajudar as empresas a otimizar seus processos e enfrentar esses desafios. Boa leitura!

Impacto do Supply Chain nas empresas e na economia

O supply chain, ou cadeia de suprimentos, tem um impacto significativo nas empresas e na economia como um todo.

Isso porque ele se refere ao conjunto de atividades e processos que envolvem a produção, transporte e distribuição de bens e serviços desde o fornecedor inicial até o consumidor final.

Portanto, um supply chain bem gerenciado pode ter diversos benefícios para as empresas, tais como:

Redução de custos

Ao otimizar a cadeia de suprimentos, as empresas podem identificar gargalos e ineficiências em seus processos e eliminar desperdícios.

Por exemplo, ao escolher fornecedores mais confiáveis, a empresa pode evitar atrasos e falhas no fornecimento de matérias-primas, o que pode resultar em atrasos na produção e perda de vendas.

Da mesma forma, ao usar tecnologia de rastreamento e monitoramento em tempo real, as empresas podem melhorar a visibilidade de seus processos e identificar oportunidades de melhoria.

Outra forma em que o supply chain pode ajudar na redução de custos é através da gestão adequada de estoques.

Afinal, estoque excessivo pode resultar em altos custos de armazenamento e obsolescência, enquanto estoque insuficiente pode resultar em atrasos na produção e perda de vendas.

Então, ao usar técnicas de previsão de demanda e gestão de estoques, as empresas podem minimizar os níveis de estoque sem comprometer o nível de serviço ao cliente.

Além disso, o supply chain pode ajudar as empresas a economizar em custos de transporte e logística

Isso porque, ao otimizar rotas, consolidar cargas e escolher as melhores modalidades de transporte, as empresas podem reduzir seus custos e diminuir o impacto ambiental.

Por fim, a redução de custos através do supply chain pode resultar em preços mais competitivos para o consumidor final, o que pode aumentar a participação de mercado da empresa e levar a um aumento das receitas e lucros.

Por todas essas razões, a gestão eficaz do supply chain é essencial para a saúde financeira das empresas.

Aumento da eficiência

Além da redução de custos, a gestão eficiente do supply chain também pode aumentar a eficiência da empresa. Isso é alcançável por meio da eliminação de processos desnecessários ou ineficientes, ou pela simplificação de processos complexos.

Outra vantagem é o controle rigoroso das matérias-primas e dos processos de produção, garantindo que os produtos sejam produzidos de acordo com altos padrões de qualidade.

Assim, a gestão eficiente do supply chain também pode melhorar a precisão e a velocidade do atendimento ao cliente, aumentando os níveis de satisfação fidelidade à marca.

Além disso, a gestão eficiente do supply chain pode aumentar a flexibilidade da empresa. Para isso, é preciso implementar processos mais ágeis, permitindo que a empresa responda rapidamente a diversos tipos de demandas.

Por fim, a gestão eficiente do supply chain pode levar a uma redução do tempo de ciclo de produção, permitindo que as empresas produzam e entreguem seus produtos e serviços mais rapidamente.

Dessa forma, a empresa pode aumentar sua capacidade de atender às necessidades do mercado e melhorar sua participação no mercado.

Melhoria na qualidade dos serviços

A gestão eficiente do supply chain pode melhorar a qualidade dos produtos e serviços de uma empresa de diversas maneiras.

Em primeiro lugar, ao controlar rigorosamente a qualidade das matérias-primas utilizadas na produção, as empresas podem garantir que os produtos finais atendam aos padrões de qualidade desejados.

Portanto, uma das formas de alcançar esse objetivo é por meio do uso de técnicas de inspeção e teste de qualidade para avaliar a conformidade das matérias-primas com as especificações técnicas.

Além disso, a gestão eficiente do supply chain pode permitir que as empresas monitorem o processo de produção de perto, identificando possíveis falhas ou erros antes que eles se tornem problemas maiores.

Para isso, é importante implementar tecnologias de monitoramento em tempo real, como sensores e sistemas de rastreamento.

A gestão eficiente do supply chain também pode ajudar a garantir que os produtos sejam armazenados e transportados de maneira adequada, evitando danos ou deterioração durante o processo. Por exemplo, ao garantir que os produtos sejam armazenados em condições adequadas de temperatura e umidade.

Mais capacidade de adequação às mudanças do mercado

A gestão eficiente do supply chain pode trazer maior flexibilidade para as empresas em muitos aspectos.

Primeiramente, ao otimizar a cadeia de suprimentos, as empresas podem melhorar sua capacidade de responder rapidamente às mudanças nas condições do mercado. Isso pode incluir mudanças nas demandas dos clientes, flutuações nos preços das matérias-primas ou mesmo a entrada de novos concorrentes no mercado.

Sendo assim, com um supply chain bem gerenciado, as empresas podem identificar rapidamente essas mudanças e ajustar sua produção e logística em conformidade, garantindo altos níveis de competitividade.

A gestão eficiente do supply chain também pode permitir que as empresas se adaptem rapidamente a mudanças nas condições de fornecimento.

Assim, é possível considerar a perda de um fornecedor, interrupções na cadeia de suprimentos devido a fatores externos, como desastres naturais ou pandemias, ou mesmo mudanças na regulamentação governamental.

Portanto, ao ter um supply chain bem gerenciado, as empresas podem desenvolver planos de contingência para lidar com essas situações e minimizar o impacto em sua operação e nos seus clientes.

Além disso, a gestão eficiente do supply chain pode permitir que as empresas sejam mais flexíveis em suas operações diárias.

Por exemplo, ao adotar práticas de produção just-in-time (JIT), as empresas podem reduzir seus níveis de estoque. Dessa forma, libera-se espaço físico e capital de giro, bem como permite que a empresa responda mais rapidamente às mudanças nas demandas dos clientes.

Por fim, a gestão eficiente do supply chain pode permitir que as empresas sejam mais ágeis em suas decisões estratégicas.

Isso pode incluir mudanças na sua estratégia de aquisição, aquisições estratégicas ou parcerias com fornecedores e outros parceiros de negócios.

Afinal, ao gerenciar o supply chain corretamente, as empresas podem avaliar rapidamente as implicações dessas decisões para a cadeia de suprimentos e implementá-las de maneira mais rápida e eficiente.

Transformação digital no gerenciamento de supply chain

A transformação digital tem um impacto significativo nos processos de supply chain por meio do uso de dados e análises.

Isso porque, com a crescente quantidade de dados disponíveis sobre a cadeia de suprimentos, as empresas podem utilizar análises preditivas e prescritivas para melhorar a visibilidade e a tomada de decisão.

Dessa forma, incluem-se previsões de demanda mais precisas, identificação de gargalos na produção e otimização das rotas de transporte.

Além disso, a transformação digital permite que as empresas usem tecnologias avançadas de automação, como robótica e inteligência artificial, para melhorar a eficiência da produção e reduzir os erros humanos.

Isso inclui a automação de tarefas repetitivas e a eliminação de processos manuais que consomem tempo e recursos.

Outra maneira em que a transformação digital afeta os processos de supply chain é através do uso de tecnologias de rastreamento e monitoramento em tempo real.

Com essas tecnologias, as empresas podem monitorar a localização e a condição dos produtos e matérias-primas em tempo real, permitindo uma melhor gestão do estoque e uma entrega mais rápida e eficiente.

Também é possível utilizar as tecnologias de rastreamento para melhorar a segurança da cadeia de suprimentos, reduzindo o risco de roubo e de contaminação.

Por fim, a transformação digital pode permitir que as empresas estabeleçam redes de fornecimento mais colaborativas e transparentes.

Afinal, por meio das tecnologias digitais, as empresas podem compartilhar informações e dados com os fornecedores e outros parceiros da cadeia de suprimentos de forma mais eficiente. Consequentemente, tem-se uma melhor coordenação e planejamento.

Isso pode levar a uma maior confiabilidade e redução de riscos, melhorando a segurança da cadeia de suprimentos.

Exemplos de inovação e sucesso no supply chain

Agora você já entendeu como o conceito de supply chain influencia na melhoria dos processos logísticos das empresas. Mas é importante conferir alguns exemplos práticos da aplicação dessa estratégia.

Por isso, separamos 2 cases em que a parceria com a BRK Tecnologia trouxe excelentes resultados no gerenciamento de riscos a partir da correta implementação de supply chain. Acompanhe!

Axon: redução da taxa de sinistralidade, zerando roubos, furtos e acidentes

A Axon é uma empresa líder no mercado de e-commerce, que enfrenta o desafio de reduzir os prejuízos causados por roubos e acidentes no transporte de cargas, que aumentam os custos adicionais de fretes, seguros e outros custos.

Então, para atingir este objetivo, a empresa adotou medidas preventivas em parceria com a BRK Tecnologia. Entre elas, estão:

  • Auditorias internas e externas;
  • Capacitação da equipe;
  • Planos de ação para mitigar os riscos;
  • A adoção de novas tecnologias de gerenciamento de risco e logística.

Sendo assim, a integração dos sistemas e a automatização de processos foram fundamentais para garantir a prevenção de sinistros e a indenização por parte das seguradoras.

Com essa parceria, a Axon conseguiu zerar a taxa de sinistralidade, reduzir custos e agregar valor nas operações de seus clientes.

Por isso, o Gerenciamento de Risco passou a ser tratado como parte central da gestão da empresa, com a contratação de uma equipe técnica interna especializada e com experiência para gerenciar a parceria com a BRK Tecnologia.

Com o aumento de equipes exclusivas na BRK, a customização do Gerenciamento de Risco para cada tipo de operação se tornou possível. Dessa forma, gerou-se mais resultados para a Axon e suas operações.

Além disso, a criação de sinergias entre as equipes de Gerenciamento da BRK possibilitou a união de operações semelhantes. Assim é possível atender todos os clientes com alto grau de segurança e prevenção sem perder o atendimento exclusivo às necessidades de cada um.

Dessa forma, a parceria com a BRK Tecnologia permitiu que a Axon superasse seus desafios e se tornasse líder em soluções logísticas para transporte de cargas em todo o território nacional.

Andreani logística

A Andreani Logística é uma empresa líder no mercado de serviços de logística de alto valor agregado. Ela atende setores importantes, como farmacêutico, cosmético, hospitalar, médico, diagnóstico, saúde animal e outros mercados.

Contudo, a empresa enfrentava constantemente a problemática de roubos de cargas e sinistralidades. Isso afetava não apenas suas finanças, mas também a segurança e a qualidade dos produtos transportados.

Sendo assim, para enfrentar esse desafio, a Andreani implementou tecnologias de inteligência de dados que atuam diretamente na prevenção dessas sinistralidades, em parceria com a BRK Tecnologia.

Dessa forma, os resultados foram excelentes. Isso graças ao devido investimento e ao aprimoramento contínuo dos colaboradores da empresa na busca constante de inovações tecnológicas no mercado. Tudo por meio de medidas preventivas contra sinistros.

Então, o trabalho contínuo de análise das regras de PGR, a utilização de recursos tecnológicos e a interação entre os times de BRK Tecnologia e Andreani aumentaram consideravelmente a efetividade do gerenciamento de riscos da empresa e diminuíram os prejuízos com roubo de cargas, trazendo um resultado excelente para a operação.

Além disso, a redução da taxa de sinistralidade na operação da Andreani foi de 40% no comparativo de 2020 e de 2021. Nos últimos 5 anos, a média de prejuízo por mês foi de apenas R$37 mil.

Trata-se de um número baixo se comparado ao risco elevado de roubo de cargas no transporte de produtos farmacêuticos. Assim, a empresa conseguiu recuperar valores acima de R$2,1 milhões entre 2018 e 2021.

Dessa forma, a parceria com a BRK Tecnologia permitiu que a Andreani superasse seus desafios de roubo de cargas e sinistralidades.

Isso foi possível graças às soluções de excelência para seus clientes e consolidação da sua posição de liderança no mercado de serviços de logística de alto valor agregado.

Otimize os processos de supply chain da sua empresa com as soluções da BRK Tecnologia!

O supply chain é um conjunto de processos interconectados que permitem que as empresas forneçam produtos e serviços de qualidade para seus clientes. Tudo isso a um custo acessível e dentro de um prazo razoável.

Assim, a BRK Tecnologia é uma empresa especializada em soluções tecnológicas para otimizar os processos de supply chain.

Para isso, oferecemos soluções como:

Com essas soluções, sua empresa pode gerenciar melhor o risco de sinistros, acompanhar em tempo real o transporte de suas mercadorias e prevenir acidentes, melhorando a eficiência e a produtividade em sua operação.

Então, fale com um especialista e saiba como podemos ajudar a sua empresa a alcançar seus objetivos no gerenciamento de supply chain.

E acompanhar mais conteúdos sobre como otimizar os processos logísticos mitigando riscos, continue no Blog da BRK Tecnologia!