Conheça as melhores soluções para um sistema logístico eficiente

Imagem de destaque

O sistema logístico é fundamental para o avanço da tecnologia e a adequação do setor às novas demandas do mercado, que incluem transparência, gerenciamento de risco, redução de custos e mais agilidade nos processos.

Sendo assim, é importante que as empresas incorporem novos modelos de gestão logística para otimizarem seus processos, investindo os recursos de maneira mais direcionada e trazendo mais segurança para cada uma das etapas, até a chegada das mercadorias ao cliente final.

Contudo, para que seja possível tomar as melhores decisões relacionadas a essa mudança, é preciso conhecer as diversas funcionalidades desses sistemas e entender como cada um contribui para a obtenção de melhores resultados.

Então, continue a leitura deste guia completo elaborado pela BRK Tecnologia e saiba mais sobre o assunto!

Afinal, o que é sistema logístico?

Um sistema logístico é uma ferramenta que tem a função de interligar todas as atividades da operação de uma empresa. Por essa razão, envolve todos os processos que vão desde a administração de insumos, até a entrega do produto final ao cliente.

Então, busca-se ter o máximo de precisão e eliminar as falhas das operações. Sendo assim, contempla-se áreas diversas, como gestão de estoque, fornecedores, frotas, entregas, entre outras.

Portanto, os softwares podem atuar especificamente em uma dessas funções ou de maneira integrada. O importante é que ofereçam experiências técnicas e suporte em necessidades particulares de cada uma das etapas dos processos logísticos.

Como funciona o sistema logístico?

O sistema logístico atua como um elo entre atividades logísticas e processos integrados, por meio de uma combinação entre as soluções.

Sendo assim, essa ferramenta utiliza a automação de processos, sendo ela uma forma de resolver problemas repetitivos manuais, aplicando fluxos esquematizados pelos próprios sistemas, sem intervenção humana.

Além disso, as soluções conseguem classificar registros relevantes de acordo com a capacidade de monitoramento.

Como consequência, os gestores conseguem administrar diferentes etapas da logística, ao mesmo tempo que acompanham indicadores de desempenho para tomadas de decisões mais eficazes.

Também é importante destacar que essas aplicações permitem o compartilhamento de informações com outras áreas da empresa, como a operação, o financeiro e outras.

Dessa forma, evita-se a duplicidade de informações e melhoram-se as condições para um pensamento estratégico.

Vantagens do sistema logístico para as empresas

Para que os processos logísticos estejam alinhados e funcionem da forma correta, é fundamental contar com um fluxo ordenado de informações. Nesse fluxo, inclui-se diversos dados, como pedidos de clientes, documentações de transporte e movimentações no estoque.

Sendo assim, antes dos avanços tecnológicos, essas trocas de informações eram feitas em papel, o que gerava lentidão e chance elevada de erros no processo.

O gerenciamento através da tecnologia proporcionou aos gestores a redução de custos por meio de dados coletados, armazenados, transferidos e processados com mais eficiência.

Importância do sistema logístico nas organizações

O sistema logístico é um componente vital para o sucesso das organizações, pois ele gerencia o fluxo de produtos desde a aquisição da matéria-prima até a entrega do produto final ao consumidor.

Uma gestão logística eficiente permite não apenas a redução de custos, mas também a melhoria no atendimento ao cliente, pois assegura que os produtos certos sejam entregues no local adequado e no tempo esperado.

Além disso, um sistema logístico robusto e bem estruturado é capaz de aumentar a competitividade da empresa no mercado, uma vez que proporciona maior agilidade e flexibilidade nas operações.

A integração de todas as etapas da cadeia logística, incluindo transporte, armazenamento, gestão de estoques e processamento de pedidos, é essencial para responder de forma rápida às demandas do mercado e às mudanças nas preferências dos consumidores.

Visibilidade do processo logístico

No contexto atual do mercado, onde a rapidez e a precisão são altamente valorizadas, a visibilidade do processo logístico torna-se um elemento-chave para o sucesso das operações de uma organização.

Isso porque a capacidade de rastrear e monitorar cada etapa da cadeia logística não só otimiza as operações, mas também fortalece a relação com o cliente, que demanda cada vez mais transparência e informação em tempo real.

A seguir, veja a importância e os benefícios da visibilidade completa de um processo logístico para as empresas contemporâneas.

Transparência nas operações logísticas

A transparência nas operações logísticas permite o monitoramento em tempo real, o que é fundamental para a tomada de decisões assertivas e preditivas. Com dados precisos, gestores podem identificar gargalos, otimizar rotas e reduzir tempos de entrega.

Além disso, a clareza nas operações promove a confiança dos clientes, pois eles podem acompanhar o percurso de seus pedidos.

Aliás, a transparência também facilita a colaboração entre diferentes setores da cadeia logística, resultando em uma maior sinergia e desempenho aprimorado dos responsáveis.

Adote a gestão de risco para redução de custo no transporte

A gestão de risco eficaz no transporte é essencial para haver a redução de custos logísticos e aumentar a segurança. Adotar estratégias proativas pode fazer uma diferença significativa na linha de fundo de uma empresa.

Aqui estão três estratégias de gestão fundamentais para ter mais visibilidade no processo logístico e, consequentemente, reduzir de custos:

  • Prevenção de acidentes: investir em formação contínua de motoristas e em tecnologias de segurança veicular pode diminuir a probabilidade de acidentes, evitando gastos com reparos e custos legais;
  • Manutenção constante dos veículos: implementar um programa de manutenção regular assegura que os veículos estejam em condições ótimas, prevenindo falhas que podem causar atrasos e despesas adicionais;
  • Otimização de rotas: utilizar soluções avançadas para planejar rotas mais eficientes economiza tempo e combustível, além de reduzir o desgaste dos veículos e a chance de incidentes.

Manutenções preventivas de um veículo

Para manter a segurança nas estradas e a integridade dos transportes rodoviários de carga, é imprescindível realizar manutenções preventivas nos veículos. Essas práticas não só protegem os motoristas, mas também asseguram a eficiência operacional.

Mas quais são as manutenções preventivas de um veículo? Vejamos agora:

  • Atualização de dispositivos de segurança: manter os sistemas de alarme, travas de segurança e sistemas eletrônicos de estabilidade atualizados é essencial para a proteção veicular;
  • Verificação dos cintos de segurança: a inspeção regular da integridade das tiras, funcionalidade das travas e tensão dos retratores é vital para a eficácia dos cintos de segurança;
  • Manutenção de airbags e freios ABS: a revisão periódica dos sensores, fiação e bolsas de ar dos airbags, assim como dos sistemas de sensores de velocidade das rodas, bombas e válvulas dos freios ABS, é indispensável para a segurança.

Eficiência e agilidade no sistema logístico

A eficiência e agilidade na logística são fundamentais para atender às demandas de um mercado dinâmico e altamente competitivo.

A capacidade de mover produtos rapidamente e sem erros, dá origem ao destino, impacta diretamente a satisfação do cliente e a rentabilidade da empresa.

Assim, investir em tecnologia de ponta para gestão de estoque, automação de processos e sistemas de rastreamento em tempo real são ações decisivas para alcançar essa eficiência.

Além disso, a constante análise e otimização das cadeias de suprimentos garantem a agilidade necessária para adaptar-se às mudanças do mercado e às necessidades dos clientes.

Tipos de sistema logístico

Agora que você já sabe o que é um sistema logístico, como ele funciona e qual a sua importância para uma empresa desta área, confira, a seguir, os principais tipos dessa ferramenta disponíveis no mercado!

Gestão logística

A gestão logística consiste na implementação de sistemas de monitoramento de frotas, coletas, entregas e serviços em geral.

Então, por meio de relatórios de acompanhamento, você será capaz de acessar dados sobre as entregas, como datas, horários, velocidade do veículo, tempo de viagem e muito mais.

Além disso, é possível acompanhar todos os trajetos em tempo real, registrando as principais informações de maneira automatizada. A partir dessas informações, em poucos segundos, o sistema gera gráficos e dados confiáveis para consultas futuras.

Sistema logístico ERP

Você sabe o que é sistema ERP (Enterprise Resource Planning)? Trata-se de um sistema completo de gestão cujo objetivo é integrar os processos de uma empresa, mesmo que ela seja de pequeno, médio ou grande porte.

Portanto, ele torna possível a realização de diagnósticos aprofundados para análises de métricas necessárias para o aumento da produtividade e redução de custos.

Sendo assim, o ERP permite que os gestores tenham maior controle dos processos, a partir da integração de diversas áreas como:

  • Financeiro: automatiza o controle e fluxo de caixa;
  • Compras: melhora o planejamento de compras de produtos ou matérias-primas, diminuindo os riscos de falta ou excesso de estoque;
  • Faturamento: integra os resultados da empresa de forma automática;
  • Gestão de vendas: permite o acompanhamento detalhado da jornada do cliente;
  • Cadastro de clientes e fornecedores: mantêm o cadastro de fornecedores e clientes em uma mesma plataforma, facilitando a emissão de notas fiscais e boletos bancários;
  • Estoque: acompanha a entrada e saída de mercadorias.

O ERP também atua como uma estrutura maleável que se adapta à evolução do seu negócio.

Portanto, graças a essa adequação à demanda, ela passa a ser uma ferramenta importante para proporcionar a escalabilidade necessária para o crescimento acelerado da empresa.

TMS para transportes

TMS é a sigla para Transportation Management System — em português “Sistema de Gerenciamento de Transportes”. Trata-se de um sistema logístico desenvolvido para melhorar a gestão de atividades relacionadas ao transporte, como o próprio nome indica.

Essa ferramenta é capaz de integrar a cadeia de suprimentos como um todo. Por isso, é uma solução muito buscada por empresas que passam por um período de digitalização e investimentos maiores em TI.

Sendo assim, o foco do TMS é o aprimoramento das etapas de armazenagem e distribuição, por meio de métodos modernos de controle e de comunicação entre fornecedores e clientes.

Então, algumas das principais funções que essa ferramenta disponibiliza são:

  • Cadastro de veículos;
  • Planejamento de rotas;
  • Controle de custos, peças e acessórios;
  • Rastreamento de cargas;
  • Organização de documentação;
  • Planejamento de manutenções.

Além disso, esse tipo de software permite a realização de cálculos de frete, monitoramento de ocorrências, liberação de pagamentos e outras funcionalidades.

WMS

A partir da compreensão dos demais sistemas logísticos, está na hora de conhecer mais sobre o WMS e suas funcionalidades nas operações logísticas.

O Sistema de Gerenciamento de Armazém, em português, é um sistema logístico voltado para a organização adequada dos centros de distribuição, facilitando a gestão de estoque.

A principal função dessa ferramenta é informar, em tempo real, a situação das prateleiras de produtos e suprimentos, especialmente de empresas que lidam com vendas.

Esse processo acontece por meio da integração entre códigos de barras, dispositivos móveis e redes locais. Portanto, esses três elementos permitem o monitoramento preciso do fluxo de mercadorias estocadas.

Então, durante a armazenagem, o WMS é um grande aliado na orientação da operação, pois indica quais são os espaços disponíveis nas prateleiras.

Além disso, quando uma venda é efetivada, é possível saber qual produto específico deve ser retirado. Ainda, durante o processo de embalagem, há como conferir o endereço de entrega das etiquetas e notas fiscais.

Então, algumas das principais funções que essa ferramenta disponibiliza são:

  • Cadastro de veículos;
  • Planejamento de rotas;
  • Controle de custos, peças e acessórios;
  • Rastreamento de cargas;
  • Organização de documentação;
  • Planejamento de manutenções.

Sistema YMS

O Yard Management System (YMS) é um sistema logístico focado na otimização de processos realizados em pátios ou docas.

Portanto, ele permite, principalmente, a realização de um agendamento prévio de carga e descarga. Com isso, diminui-se o congestionamento, as filas de espera e obtém-se uma maior organização da entrada e saída de veículos.

Então, na prática, esse tipo de software melhora os fluxos nos pátios e traz mais fluidez para as operações.

Além disso, você conta com melhores formas de organizar a agenda de coletas e entregas, levando em consideração a disponibilidade dos pátios e docas em tempo real.

E como consequência da melhora no desempenho, há uma redução extremamente relevante nos custos operacionais.

Gestão de frotas

Um ponto que uma empresa que lida com processos logísticos não pode deixar de lado é a importância da gestão de frota, ou seja, o gerenciamento dos veículos utilizados pela empresa.

Essa área é a responsável por administrar estrategicamente esses meios de transporte e a equipe de condutores, garantindo uma operação eficiente.

Elas podem ser usadas para atender clientes, deslocar equipes e transportar mercadorias de diversas dimensões e pesos.

Então, se a sua empresa contar com veículos próprios, esse sistema logístico dedicado pode auxiliar em:

  • Planejar manutenções preventivas nos veículos;
  • Controlar do número de veículos disponíveis;
  • Elaborar de relatórios com os principais resultados;
  • Organizar a escala de condutores de acordo com a cadência;
  • Monitorar o consumo de combustível para as viagens.

Sistema de tracking

Os sistemas de tracking, por sua vez, atuam no rastreamento de compras e pedidos realizados pelos clientes, na maioria das vezes pela internet ou de itens com proporções maiores e de difícil locomoção.

Então, trata-se de uma forma de levar mais comodidade aos consumidores, embora os lojistas também sejam beneficiados.

Isso porque os clientes passam a ter a possibilidade de consultar o status dos pedidos quando quiserem. Dessa forma, ficam menos ansiosos com a espera, o que é normal e compreensível.

Por outro lado, as empresas não precisam despender tempo e esforços das equipes de atendimento com posicionamentos a respeito da entrega, que acontece de maneira totalmente automatizada.

Assim, aprimora-se a experiência do consumidor e diminui-se as taxas de reclamações e tickets de suporte.

Sistema para controle de cargas

A montagem de cargas é uma tarefa que parece simples, mas a realidade mostra que isso não é verdade. Até porque, quando uma empresa não realiza essa tarefa de maneira adequada, ela pode ter que arcar com diversos custos extras de operação.

Na verdade, é possível considerar a montagem de cargas uma das etapas logísticas mais importantes de todo o processo. Afinal, com a organização correta dos materiais para o transporte, você pode precisar de uma frota de veículos menor ou mais adequada.

Portanto, esse sistema para controle de cargas contribui para o aumento da qualidade dos serviços prestados, redução de custos e melhora do desempenho nas entregas.

Além disso, eles costumam possuir integração com o ERP, permitindo a consolidação de remessas, cadastro dos detalhes da carga e realização de cálculos de custos.

Sistema de roteirização

Mas o que é um sistema de roteirização? Eles têm a função de planejar os melhores trajetos que ligam um ponto a outro, com o intuito de reduzir o tempo e distância entre eles. Dessa forma, consegue-se reduzir bastante os custos logísticos das operações da empresa.

Para isso, essas ferramentas levam em consideração fatores como:

  • Necessidades de cada cliente;
  • Tipos de veículos que serão utilizados;
  • Zona de tráfego;
  • Tipo de carga que será transportada.

Portanto, esse tipo de sistema logístico utiliza uma série de ferramentas que reúnem essas informações para realizar a parametrização adequada.

Então, por meio de um banco de dados, o software indica qual a melhor rota para cada veículo percorrer, levando em conta as condições do trânsito no momento, incluindo obstrução de vias e demais obstáculos e interrupções.

Sistema de controle de temperatura

O sistema de controle de temperatura é essencial para a logística de produtos perecíveis ou sensíveis a variações climáticas.

Esse sistema permite monitorar e ajustar o ambiente de transporte e armazenamento, garantindo que mercadorias como alimentos, medicamentos e produtos químicos mantenham suas propriedades e qualidade.

A integração de tecnologias avançadas assegura a manutenção de condições ideais ao longo de toda a cadeia de suprimentos, minimizando perdas e assegurando a conformidade com regulamentos sanitários.

Aplicação prática do sistema logístico

A implementação de um sistema logístico robusto é vital para ampliar a eficiência das operações de entrega. Vamos mostrar os elementos chave que impulsionam essa eficácia.

Tempo de entrega

A pontualidade nas entregas é crucial para o sucesso empresarial. Um sistema eficaz sinaliza prazos em risco, permitindo ajustes operacionais para prevenir atrasos. O descumprimento pode resultar em penalidades, como multas e infrações no trânsito.

O indicador OTIF é essencial para avaliar a pontualidade e a integridade das entregas, e um bom sistema logístico facilita a identificação e correção de falhas operacionais.

Planejamento de rotas

A definição de rotas eficientes é fundamental para cumprir prazos de entrega. Utilizando um sistema de roteirização, é possível planejar os trajetos mais rápidos e econômicos, otimizando tempo, distância e custos.

Isso resulta em economia e capacidade de atender mais demandas, elevando a rentabilidade. Além disso, sistemas atualizados oferecem dados precisos para decisões estratégicas mais acertadas.

Dashboard de logística

Dashboards são painéis que exibem visualmente dados críticos, indicadores e métricas essenciais para decisões estratégicas. Eles sintetizam grandes volumes de dados em informações de desempenho acessíveis, como gráficos e tabelas.

Essa ferramenta é valiosa para aprimorar estratégias empresariais, direcionar decisões de gestores e melhorar a performance logística. Os dashboards são fundamentais para atingir metas e objetivos empresariais, fornecendo uma visão clara e objetiva do andamento operacional.

Controle da jornada do motorista

A legislação estabelece limites para a jornada de motoristas, exigindo descanso obrigatório após determinadas horas ao volante e intervalos a cada quatro horas de trabalho.

O controle dessa jornada é um dever do empregador e é essencial para uma gestão de entregas eficiente. Monitorar a jornada permite estimar prazos de entrega com precisão, organizar escalas de trabalho e assegurar a segurança tanto da carga quanto do motorista.

Centro de soluções integradas

Monitorar entregas diárias é uma tarefa complexa, especialmente o acompanhamento em tempo real das rotas. Sem um sistema integrado, responder a clientes sobre a localização de um pedido é um desafio.

Um sistema logístico eficiente deve fornecer a localização exata e o status de cada entrega, permitindo também a configuração do tempo necessário para descargas. Isso garante uma comunicação precisa sobre o andamento das entregas e otimiza a gestão da frota.

Funcionalidades do sistema em segmentos e áreas de atuação

Um sistema logístico robusto é vital para a eficiência operacional em diversos segmentos e áreas de atuação. Nesse sentido, vejamos suas funcionalidades essenciais:

Gestão do e-commerce e sistemas logísticos

A gestão do e-commerce depende fortemente de sistemas logísticos eficientes para gerir o volume crescente de pedidos online. Esses sistemas abrangem desde o processamento do pedido até a entrega final ao consumidor.

Eles integram soluções de armazenamento, embalagem, transporte e rastreamento, garantindo que os produtos cheguem aos clientes de forma rápida e segura.

Além disso, os sistemas logísticos no e-commerce são adaptados para lidar com devoluções de produtos, uma característica comum neste segmento.

A capacidade de analisar dados de compras e prever tendências de consumo permite que as empresas de e-commerce otimizem seus estoques e reduzam custos, ao mesmo tempo que melhoram a experiência do cliente.

Sistema logístico das bebidas

Entender como funciona o sistema logístico das bebidas é crucial, pois ele lida com particularidades como a preservação da qualidade do produto e o cumprimento de regulamentações específicas.

O sistema logístico das bebidas envolve processos de armazenagem especializados, transporte adequado e gerenciamento de prazos de validade. A eficiência nesse setor é medida pela capacidade de entregar bebidas em perfeito estado, no tempo certo e com o mínimo de desperdício.

O controle de temperatura, a gestão de lotes e a rastreabilidade são aspectos críticos. A tecnologia desempenha um papel importante, oferecendo soluções como sensores de temperatura e sistemas de rastreamento em tempo real para assegurar a integridade do produto durante todo o ciclo logístico.

Gestão dos bens de consumo e sistemas logísticos

A gestão dos bens de consumo abrange uma ampla gama de produtos e requer um sistema logístico que possa se adaptar a diferentes necessidades. Esses sistemas devem ser capazes de lidar com a demanda variável, picos sazonais e promoções de produtos.

A logística de bens de consumo envolve a coordenação entre fornecedores, fabricantes, distribuidores e varejistas. A eficiência é alcançada por meio de previsões precisas de demanda, planejamento de estoque e estratégias de distribuição otimizadas.

A rastreabilidade e a conformidade com padrões de segurança também são essenciais, especialmente para produtos perecíveis ou regulados.

Sistema logístico dos eletrônicos

Você sabe como funciona o sistema logístico dos eletrônicos? Ele deve garantir a proteção contra danos, a segurança contra furtos e a entrega rápida, dada a rápida obsolescência dos produtos.

A gestão inclui embalagens especializadas, transporte seguro e armazenamento com controle climático. Além disso, a logística reversa é uma parte crítica, lidando com devoluções e reciclagem de produtos eletrônicos.

A rastreabilidade em tempo real e o gerenciamento de inventário avançado são essenciais para minimizar perdas e maximizar a eficiência.

Indicadores de desempenho logístico

Os indicadores de desempenho logístico, também conhecidos como KPIs (Key Performance Indicators), são ferramentas essenciais para a gestão eficiente de qualquer sistema logístico.

Eles permitem monitorar a eficácia dos processos, identificar áreas de melhoria e alinhar as operações com os objetivos estratégicos da empresa. A seguir, destacamos os principais KPIs na área logística:

  • OTIF (On-time & In-full): verifica se as entregas foram realizadas no prazo estipulado e se todos os itens do pedido foram entregues corretamente, garantindo a satisfação do cliente;
  • OTD (On-time Delivery): mede a porcentagem de pedidos entregues dentro do prazo acordado, desde a separação e expedição até o embarque pelo transportador;
  • OCT (Order Cycle Time): analisa o tempo total desde o recebimento do pedido até a entrega ao cliente, identificando a eficiência do processo de atendimento da indústria;
  • OFR (Order Fill Rate): calcula a eficiência no processamento interno de um pedido, desde o picking até a expedição;
  • Transit time: avalia o tempo que os produtos levam para chegar ao destino e se a empresa consegue cumprir os prazos prometidos aos clientes, mantendo a qualidade e satisfação;
  • Avarias no transporte: considera o índice de danos e perdas durante o transporte, que podem ser causados por condições inadequadas das estradas ou ineficiências no processo logístico;
  • Tempo de resposta e resolução de problemas: mede a agilidade da empresa em resolver reclamações e problemas sem comprometer sua reputação ou o fluxo de trabalho;
  • Turnover: indica a taxa de rotatividade de funcionários, refletindo potenciais problemas de gestão ou condições de trabalho insatisfatórias.

Em suma, esses KPIs são fundamentais para que os gestores de logística possam realizar um acompanhamento preciso e implementar melhorias contínuas nos processos logísticos.

Soluções e sistemas ideais para a operação logística com a BRK

Como vimos, o sistema logístico é peça-chave para a otimização e sucesso das operações de uma empresa. Contudo, a escolha adequada de um sistema logístico deve considerar as especificidades do modelo de negócio e as necessidades atuais da organização.

A BRK Tecnologia entende essa necessidade e oferece soluções avançadas, como o Gerenciamento de Risco, que integra funcionalidades essenciais para o monitoramento e a segurança dos processos logísticos no transporte de cargas.

Com a expertise dos especialistas da BRK, sua empresa pode aprimorar a gestão operacional, aumentar a eficiência e reduzir custos. Entre em contato com um especialista da BRK e descubra como podemos ajudar a elevar o padrão logístico do seu negócio.

Gostou do conteúdo? Então, continue acompanhando o Blog da BRK.